Vinhedos de Candiota: conheça a vinícola Batalha e a Seival Miolo

Vinhedos de Candiota: conheça a vinícola Batalha e a Seival Miolo

A Vinícola Batalha, em Candiota (RS), é mais um lugar interessante para quem deseja fazer enoturismo e conhecer os vinhos da Campanha Gaúcha

Nós fomos até Candiota em agosto de 2021, com o propósito de conhecer algumas vinícolas e ver como funciona o enoturismo no município. Nos surpreendemos com o que encontramos! 

Além da Vinícola Batalha, há outros três nomes fortes de vinícolas no município: a Vinícola Seival, da Miolo, e a Bueno Wines, do famoso comunicador Galvão Bueno.

Para quem não conhece, Candiota é um pequeno município da região da Campanha, a 387 km de Porto Alegre. O município tem um centro de geração de energia termelétrica e produção de cimento pozolânico, o que permite atividades relacionadas ao turismo pedagógico e turismo técnico-científico. 

E claro, assim como os demais municípios do Pampa Gaúcho, por lá encontramos muitos campos com ovelhas e gado. 

Aqui vamos te contar tudo o que vimos nas vinícolas que visitamos. 

Batalha Vinhas & Vinhos

A vinícola Batalha ganhou esse nome em homenagem à batalha do Seival, que ocorreu na região. 

A Batalha é uma vinícola boutique e a vinificação ocorre lá mesmo. Um diferencial da produção de vinhos dessa é que eles não utilizam herbicidas nos vinhedos, além disso, oferecem um espumante nature que é uma delícia! 

A propriedade ainda está se abrindo para o enoturismo, que é novidade em alguns municípios da Campanha. A Batalha tem projeto de um espaço todo pensado para receber visitantes, que deve retomar suas obras em 2022. 

Enquanto isso não ocorre, a vinícola abre suas portas para receber visitantes e apresentar a propriedade como está hoje em dia. 

Como é o enoturismo da Vinícola Batalha

A vinícola Batalha recebe pequenos grupos de segunda a sábado, e os visitantes conhecem as instalações, escolhem a garrafa que desejam tomar e o local da propriedade para degustar o vinho. Quem quiser pode fazer a degustação na parte interna ou externa. O visitante paga somente a garrafa que consumir.

No dia da nossa visita escolhemos ficar pertinho da lareira, pois fazia muito frio na rua (uns 2 graus!).

A vinícola ainda tem almoço ou jantar harmonizado para grupos de 8 a 20 pessoas, devendo ser agendado com no mínimo 5 dias de antecedência. A harmonização é feita com churrasco de fogo chão. A refeição geralmente inicia com um brinde de espumante e segue para os vinhos. A experiência custa R$200 por pessoa.

Para agendamentos e mais informações, você pode entrar em contato pelos números (53) 3247-1944, (53) 99925-7044 e (53) 99958-1993 ou pelo email [email protected]

Vinícola Miolo (Seival)

Grande parte das uvas que se transformam nos vinhos da famosa Miolo são provenientes da Campanha Gaúcha, de Candiota (e não de Bento Gonçalves, como a maioria das pessoas imagina). 

A vinícola Seival não tem foco em enoturismo, mas oferece visitação agendada. Lá encontramos uma paisagem lindíssima, típica do Pampa Gaúcho. No total, são 200 hectares de vinhedos. Em agosto de 2021, era considerada a 2ª maior área de vinhedos do Brasil. 

Em Candiota é onde ocorre a vinificação e engarrafamento dos vinhos, apenas as barricas da Miolo são em Bento Gonçalves.

Na propriedade de Candiota encontramos uma loja com 16 variedades de rótulos, com preços bem atrativos.

Como é o enoturismo na Seival (Miolo)

Embora o foco da Miolo em Candiota não seja o enoturismo, a vinícola está aberta para visitas. O visitante faz um passeio pelos vinhedos e nas instalações e pode experimentar vinhos exclusivos. A visita é gratuita.

A visitação ocorre de segunda a sexta, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h30. É preciso bater na campainha para ser atendido!

Sábados, domingos e feriados as visitações são apenas para grupos acima de 15 pessoas e com agendamento prévio.

Para agendamento de visitas ou informações ligue: (53) 9 9978 2401 ou pelo email [email protected]

Gostou das dicas de mais vinícolas da Campanha Gaúcha? Deixe seu comentário e compartilhe o texto com os amigos!

Este texto faz parte de um projeto desenvolvido pelo Travelterapia por meio da agência de comunicação Way Content e do Sebrae/RS. O roteiro inclui 12 cidades das regiões do Pampa e Fronteira do Rio Grande do Sul.

*Texto de Andy Miritz com supervisão da jornalista Anelise Zanoni

Você também pode gostar de ler…

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes