Pelotas (RS): um roteiro histórico e saboroso

Pelotas (RS): um roteiro histórico e saboroso

Pelotas (RS), no sul gaúcho, é um destino interessante para quem gosta de turismo histórico-cultural. 

Nossa última visita a Pelotas foi em fevereiro de 2021 e conhecemos diferentes atrações turísticas que ainda não havíamos visitado. 

Um dos pontos altos do turismo na cidade está na própria história da indústria do charque, que era a principal economia no século 19. 

Por conta disso, as charqueadas são um dos principais atrativos turísticos de Pelotas, preservando a história e as tradições que marcaram a cidade.

Além de história e cultura, Pelotas também se destaca pelo roteiro gastronômico, com os populares docinhos da cidade, que são um sucesso.

Temos certeza que você vai adorar as dicas que separamos para vocês!

Pelotas (RS): um roteiro entre histórias e delícias

Vale reservar pelo menos um final de semana para fazer tudo com calma no destino!

Nós ficamos 2 noites e confessamos que foi pouco, pois o destino tem muitos lugares interessantes para conhecer e explorar. A sorte é que já tínhamos visitado a cidade outras vezes.

Se você quer ficar em Pelotas, separamos alguns lugares que não podem faltar no roteiro. Confira:

Charqueadas

Preservando a história e mantendo o legado dos antepassados, três charqueadas continuam abertas em Pelotas, com visitação agendada e até espaço para hospedagem.

As charqueadas ficam bem pertinho uma da outra e são banhadas pelo Arroio Pelotas. 

Elas mantêm a estrutura e a arquitetura das épocas passadas e são responsáveis por preservar a história e o legado cultural de Pelotas.

Vamos mostrar as atrações de cada uma delas. Segue com a gente!

Charqueada São João

Um lindo e grande casarão branco com janelas azuis escuras e uma belíssima figueira centenária compõe o cenário da Charqueada São João. Há muito espaço verde e, ao fundo, o Arroio Pelotas.

A Charqueada São João é uma das mais antigas casas de charque da região, construída em 1807.

charqueada são joão
Charqueada São João conta com um lindo espaço verde e muita natureza. (Foto: Anelise Zanoni)

A construção mantém um acervo do ciclo do charque, preservando registros e objetos da época, além de manter a fachada original da Senzala – lugar onde dormiam os escravos, em chão duro.

Durante a visitação, é possível ter uma noção de como viviam as pessoas da época, já que o lugar guarda relíquias e importantes ferramentas que fizeram parte da história – algumas originais.

A charqueada também foi cenário da minissérie A Casa das Sete Mulheres e da série O Tempo e o Vento, ambas da Rede Globo. Há alguns registros das gravações espalhados pela casa.

Alguns registros da época de gravação da minissérie A Casa das 7 Mulheres. (Foto: Anelise Zanoni)

Atualmente, o lugar está aberto para visitas monitoradas de terça à sábado, das 9h às 18h, e em domingos e feriados, das 14h às 18h, com um valor de R$ 45 (fevereiro/2021).

Também é possível fazer passeio de barco pelo Arroio Pelotas, com um valor de R$ 55. O valor para o passeio de barco e a visita monitorada fica R$ 80.

Charqueada Boa Vista

Ao chegar na Charqueada Boa Vista, ficamos encantadas com a natureza do local.

Com imenso jardim, o empreendimento tem muitas árvores, sombra, chafariz, banquinhos e um deck em frente ao Arroio Pelotas.

A charqueada é perfeita para desfrutar de um dia de muita tranquilidade, ao som de pássaros e cigarras.

Charqueada Boa Vista tem um lindo e amplo espaço em meio à natureza. (Foto: Anelise Zanoni)

Construída em 1811, a Charqueada Boa Vista tem também espaço para eventos, como formaturas, casamentos e aniversários, e também para fazer piquenique.

Para o piquenique, que é novidade por lá, é cobrado o valor de R$ 25 (fevereiro/2021). É preciso fazer agendamento.

O espaço para o piquenique é todo organizado pela Charqueada. (Foto: Anelise Zanoni)

O valor inclui a reserva e organização do local, mas cada pessoa é responsável por trazer os comes e bebes.

Vale a pena tirar um dia para curtir a Charqueada!

Charqueada Santa Rita

Logo no início da visitação, já entendemos por que a Charqueada Santa Rita é conhecida como Pousada do Charme

Um lindo casarão branco com janelas azuis claras chama a atenção logo de cara, assim como as outras casinhas que estão ali, todas com arquitetura de época e muito charmosas.

Charqueada Santa Rita chama atenção pela beleza de seus casarões. (Foto: Anelise Zanoni)

A charqueada oferece lugar para hospedagem – veja mais no item onde se hospedar – com um cenário encantador que remete às épocas passadas.

Localizada em meio à natureza, a Santa Rita tem várias atividades ao ar livre e um espaço totalmente imerso na natureza.

É possível andar a cavalo, de caiaque ou de canoa, andar de bicicleta, aproveitar a piscina e ainda conhecer o Memorial do Charque, com histórias e registros sobre as charqueadas e sobre a cidade de Pelotas.

piscina com cadeiras e uma casinha ao fundo
Piscina da Charqueada tem vista para o Arroio Pelotas. (Foto: Anelise Zanoni)

Centro Histórico

O Centro Histórico de Pelotas é uma parada obrigatória para quem deseja conhecer a cidade.

Você ficará encantado com tantos prédios históricos e com a quantidade de museus que existem por lá.

Em uma caminhada descobrimos que lindos prédios simbolizam o passado áureo da cidade, que era uma das mais importantes do Rio Grande do Sul.

Theatro Guarany

Entre as majestosas construções está o Theatro Guarany, inaugurado em 1921. O teatro é um importante prédio onde hoje ocorrem eventos como shows, formaturas e palestras.

fachada Theatro Guarani
Theatro Guarani preserva a arte e cultura de Pelotas. (Foto: Anelise Zanoni)

Museu do Doce

Atualmente fechado por conta da pandemia, o Museu do Doce é outra construção histórica do centro. Ali, é contada e documentada a história da fabricação doceira de Pelotas. 

Infelizmente não conseguimos entrar, mas ficamos na esperança de logo termos a chance de conhecer melhor este importante ponto turístico da cidade.

museu do doce, prédio histórico de Pelotas
Museu do Doce é um atrativo imperdível, que conta a história da tradição doceira de Pelotas. (Foto: Anelise Zanoni)

Praça Coronel Pedro Osório

No coração do centro, a Praça Coronel Pedro Osório proporciona um espaço em meio à natureza, com árvores, sombra, bancos para sentar e até uma estátua em homenagem a João Simões Lopes Neto.

Mercado Público de Pelotas

Outra parada imprescindível é no Mercado Público de Pelotas. 

Mercado Público é um dos principais atrativos do Centro Histórico. (Foto: Anelise Zanoni)

Ali, você precisa comer pelo menos um docinho típico da cidade! Para isso, nós indicamos a Imperatriz Doces Finos

Mais adiante, neste mesmo texto, falaremos sobre a importância desses doces e também indicaremos mais lugares para você experimentar.

Artesanato da Costa Doce

Também vale conhecer a Artesanato da Costa Doce, uma lojinha interessante para quem quer conhecer as produções da região, entre bolsas, colares, carteiras, panos de prato, etc.

Catedral Metropolitana São Francisco de Paula

Pertinho do Mercado Público também tem a Catedral Metropolitana São Francisco de Paula, concluída em 1853 e com arquitetura com referências renascentista, maneirista e barroca.

Parque da Baronesa

Com uma extensa área verde e em meio à natureza, o Parque da Baronesa é um ponto turístico interessante para quem gosta de ar puro e de curtir uma paisagem natural.

É ali que fica localizado o Museu da Baronesa, uma linda construção do ano de 1863 que guarda um acervo de mais de 2 mil peças que representam os costumes e a maneira de viver das famílias abastadas do século XIX

uma pessoa e ao fundo, o Museu da Baronesa
Museu da Baronesa tem um charme e uma estrutura lindíssima! (Foto: Nicole Fritzen)

Atualmente, o museu está fechado, sem visitação.

Parque Tecnológico

Durante nossa visita, ficamos surpreendidas com a estrutura e desenvolvimento do Pelotas Parque Tecnológico

O empreendimento conta com 63 empresas no total, nas áreas da saúde, indústria criativa e tecnologia da informação e comunicação.

O que chama atenção também é o ambiente do local, com uma arte esculpida na parede por um artista da cidade e algumas frases motivacionais espalhadas pela entrada de uma das cafeterias.

Parque Tecnológico abriga 63 empresas. (Foto: Anelise Zanoni)

Vale a pena visitar o local e conhecer as empresas que atuam ali!

Praia do Laranjal

E você sabia que em Pelotas também tem a opção de curtir uma praia?

A 15 minutinhos de carro do Centro, a Praia do Laranjal é um famoso ponto de encontro de moradores de Pelotas e região, que se reúnem ali para pegar um bronze, caminhar pela orla ou simplesmente admirar a paisagem do local.

A praia tem um calçadão, onde é possível fazer caminhadas ou corridas. Também tem um trapiche, com uma vista bem bonita para a água doce da Lagoa.

A Praia do Laranjal é um ponto turístico para relaxar e admirar a paisagem. (Foto: Anelise Zanoni)

O lugar é um importante atrativo de Pelotas, atraindo turistas e principalmente moradores, que vão até ali para se desprender um pouco da rotina agitada do dia a dia.

Pontal da Barra

Próxima da Praia do Laranjal, fica uma vila de pescadores, chamada de Pontal da Barra.

Para chegar lá é necessário percorrer um percurso de carro de cerca de 1 km em estrada de chão.

Nós aproveitamos nossa ida para comer um delicioso pastel de camarão com queijo no Restaurante e Pastelaria Pontal da Barra. Simplesmente uma delícia!

três pastéis de camarão
Pedimos um delicioso pastel de camarão, que é muito vendido por ali. (Foto: Anelise Zanoni)

O lugar também é perfeito para curtir o pôr do sol, com um cenário de água doce, barquinhos ao fundo e um pequeno trapiche.

Fim de tarde no Pontal da Barra. (Foto: Anelise Zanoni)

Onde comer em Pelotas (RS)

Pelotas se destaca pela qualidade dos restaurantes e docerias. Na cidade, tem opções para todos os gostos e paladares. A gastronomia por aqui não decepciona!

Separamos algumas dicas de onde comer os famosos docinhos de Pelotas e também alguns restaurantes da cidade, com opções vegetarianas e para quem não descarta a carne. Confira!

Doces de Pelotas

A tradição doceira de Pelotas é conhecida no Rio Grande do Sul. Afinal, quem nunca ouviu falar ou experimentou os tradicionais docinhos de Pelotas?

Sabe-se que a chegada dos doces na cidade teve influência de Portugal, na época de 1860. Entre os principais, estão os docinhos à base de ovo, como o quindim e o bem-casado.

Se você ainda não conhece, confira nossas dicas abaixo. Tenho certeza que não vai se decepcionar!

Trufas Meuy

Com um espaço totalmente novo, moderno e organizado, a Trufas Meuy tem opções de dar água na boca!

São vários sabores de trufas artesanais, como champagne, cereja, goiaba trufada, castanha, chocolate, entre outras.

Além disso, tem os tradicionais doces de Pelotas, com tamanhos pequenos e grandes. Os docinhos grandes custam R$ 4 e os pequenos R$ 2 (valores de fevereiro/2021).

Anteriormente localizada no Mercado Público, a loja tem novo endereço desde novembro de 2020. Dessa vez, na Rua Tiradentes.

parte interna da loja de trufas, com cadeiras, mesas , sofá e parede com desenhos
O ambiente é charmoso e foi inaugurado em novembro de 2020. (Foto: Nicole Fritzen)
  • Endereço: Rua Tiradentes, 2582 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 999102-0815

Imperatriz Doces Finos

Dentro do Mercado Público, tem uma ótima opção para quem deseja provar os docinhos de Pelotas em um ambiente bem popular e com um ótimo atendimento.

A Imperatriz Doces Finos tem várias opções de doces, desde quindins e bem-casados até doces à base de leite condensado e brigadeiro.

docinhos típicos de Pelotas
Os doces são de dar água na boca! (Foto: Anelise Zanoni)

Para acompanhar, também tem opções de cafés ou sucos.

  • Endereço: Mercado Central de Pelotas, lojas 39 e 40 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3028-0352

Doçaria Monalu

Outra simpática doceria que fomos conhecer – e recomendamos muito – é a Monalu

Com um espaço bem organizado e um ótimo atendimento, ficamos encantadas com a quantidade de doces que são servidos ali. 

São vários tipos de doces, tortas e sobremesas, com opções sem lactose, e com possibilidade de tele-entrega.

fachada da doceria Monalu, em Pelotas
A doçaria tem espaço bem amplo e várias opções de doces. (Foto: Anelise Zanoni)
  • Endereço: Rua Almirante Barroso, 2510 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 99115-6839

Confeitaria Berola

Uma das mais tradicionais e mais conhecidas docerias é a Confeitaria Berola –  e é claro que ela não ficaria de fora da nossa lista!

Inaugurada em 1988, a confeitaria leva o nome de Berola Lusche, especialista na atividade doceira.

No cardápio, estão os populares docinhos de Pelotas, trufas, sobremesas, sorvetes e tortas.

  • Endereço: Av. Adolfo Fetter, 2920  – Pelotas
  • Fone: (53) 3199-0784

Restaurantes

A cidade tem ótimas opções gastronômicas – para quem gosta de carne, de peixe e também para os vegetarianos.

Confira algumas dicas bem interessantes.

Confraria do Espetinho

Para quem gosta de uma gastronomia gaúcha, com muitos tipos de carne, a Confraria do Espetinho é o lugar certo!

As opções vão desde espetinhos até hambúrguer com parrilla, entrecot, bifes e carnes.

Visitamos o restaurante à noite e, como estávamos entre três pessoas, pedimos três pratos diferentes.

Um espetinho de coração, um hambúrguer Santa Teresa – com entrecot assado na brasa, queijo colonial, queijo gorgonzola, cebola roxa e chimichurri – e outro hambúrguer de cordeiro. 

Para acompanhar, a cerveja da cidade, chamada Roca. Simplesmente uma delícia!

parte externa da Confraria do Espetinho
A Confraria tem espaço interno e externo, com um ambiente bem agradável. (Foto: Anelise Zanoni)
  • Endereço: Rua Gonçalves Chaves, 413 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3305-7613

Patio Bar

Com uma pegada mais noturna, o Pátio Bar tem um ambiente agradável ao ar livre, com mesinhas, música ambiente, televisão e uma copa.

Nós jantamos por ali e provamos uma parrilla acompanhada de um chope de butiá –  muito bom por sinal!

carnes, pães, farofa e molhos
Nossa janta foi uma bela parrillada. (Foto: Anelise Zanoni)

O lugar oferece lanches, parrillas, entrecot, saladas e porções diversas. 

Além disso, o lugar oferece um formato diferenciado de escolha de cardápio.

A pessoa escolhe a carne e o tipo de corte que deseja, pesa, e depois garante a janta e o acompanhamento, tudo feito na hora.

  • Endereço: Rua General Osório, 1253 – Pelotas
  • Fone: (53) 99901-1553

Nave

Outra ótima opção de gastronomia é na Nave. Tem várias opções, como hambúrgueres, parrillas, sanduíches, doces e sobremesas.

Além disso, o ambiente é bem jovial e agradável, com espaço interno e externo.

  • Endereço: Rua Antônio dos Anjos, 98 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3029-5150

Teia Ecológica

Para quem prefere uma alimentação vegetariana e saudável, a Teia Ecológica é o lugar ideal!

No formato de buffet livre, o restaurante tem um cardápio diferenciado a cada dia, preparado com produtos orgânicos de produtores locais.

Fomos conhecer o local e nosso cardápio incluiu panqueca de espinafre, arroz integral e feijão, berinjela com tomate e um mix de saladas fresquinhas. Carnes não aparecem por lá!

prato com arroz, feijão, panqueca de espinafre e berinjela com tomate
Pratos ecológicos e saudáveis são o diferencial do restaurante. (Foto: Anelise Zanoni)
  • Endereço: Praça Coronel Pedro Osório, 63 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3283-7184

Trapiche do Carecão

E também tem uma opção pensada para quem gosta de frutos do mar! O Trapiche do Carecão é um lugar que oferece tranquilidade, ambiente agradável e uma ótima gastronomia.

Entre os pratos, todos à la carte, tem bacalhau, camarão, filés e vários tipos de peixes. Uma delícia!

O restaurante também oferece a opção delivery.

  • Endereço: Rua Gonçalves Chaves, 3873 – Pelotas
  • Fone: (53) 3305-6980

Onde se hospedar em Pelotas (RS)

Pelotas conta com ótimas opções de hospedagem, seja no Centro da cidade ou mais afastado.

Selecionamos três opções de hospedagens para você!

Charqueada Santa Rita

A Charqueada Santa Rita é um convite para se debruçar na história de Pelotas e ainda curtir uma hospedagem tranquila e muito charmosa. 

Com 17 suítes, com camas King, Queen ou de solteiro, o local garante um clima romântico e ao mesmo tempo interiorano, típico de uma fazenda ou sítio.

Nós ficamos hospedadas em um quarto com duas confortáveis camas de casal, televisão, armário, frigobar e até uma chaleira elétrica, com alguns chazinhos disponibilizados.

Nosso quarto tinha duas confortáveis camas de casal e um amplo espaço. (Foto: Anelise Zanoni)

O café da manhã é bem simples, com bolos, pães, café e frutas. E a estrutura não deixa a desejar – tem parquinho, área verde, piscina e vista para o Arroio Pelotas.

Faça já sua reserva na Charqueada Santa Rita! Vejas as opções de tarifas no nosso link no Booking

  • Endereço: Av. Augusto de Saint Hilaire, 37 –  Areal, Pelotas 
  • Fone: (53) 4141-2024 ou (53) 4141-6284

Hotel Jacques Georges

Outra ótima opção, desta vez no centro da cidade, é o Hotel Jacques Georges. 

São 74 apartamentos muito confortáveis, além de três luxuosas suítes, Cristal, Pérola e Rubi, equipadas com cama King Size, ar-condicionado, televisão, frigobar, cofre digital e banheira de hidromassagem.

O hotel dispõe de estrutura com piscina, sala de ginástica e salões de eventos e convenções.

  • Endereço: Rua Almirante Barroso, 2069 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3027-9100

Hotel Curi

Tradicional na cidade, o Hotel Curi conta com duas opções: o Hotel Curi Executive e o Curi Palace Hotel. 

O primeiro conta com 100 apartamentos, nas categorias Standard, Standard Superior e Executive. Já o segundo tem 95 apartamentos nas modalidades Standard, Superior, Luxo e Suíte.

Com acomodações confortáveis e uma estrutura completa, os hotéis Curi são uma ótima dica para quem deseja uma hospedagem aconchegante e um bom atendimento!

Hotel Curi Executive                                                                                           

  • Endereço: Rua General Osório, 719 – Centro, Pelotas
  • Fone: (53) 3227-9955

Curi Palace Hotel

  • Endereço: Rua General Neto, 1279 – Pelotas 
  • Fone: (53) 3227-7377

E então, viu como Pelotas (RS) é um destino cheio de lugares bonitos e comidas deliciosas? Comente abaixo quais dessas atividades você vai fazer quando visitar a cidade.

** Texto da jornalista Nicole Fritzen

** O projeto Viaje pela Costa Doce foi criado pela Way Content, agência de comunicação especializada em ações para o turismo. Tivemos a parceria do Sebrae/RS para a execução do projeto!

Você também pode gostar destes assuntos

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes