O que fazer em Dom Pedrito (RS): vinhos e atrações no Pampa gaúcho

O que fazer em Dom Pedrito (RS): vinhos e atrações no Pampa gaúcho

Para você que está organizando uma viagem pelo Pampa Gaúcho, selecionamos alguns pontos sobre o que fazer em Dom Pedrito (RS). O pequeno município a cerca de 445 quilômetros de Porto Alegre fica próximo à fronteira com o Uruguai. 

Estivemos na cidade em agosto de 2021 e ficamos encantadas com a qualidade dos vinhos produzidos por lá e também pela paisagem tradicional do Pampa. Dom Pedrito foi nossa primeira cidade nesta viagem que durou 7 dias e passou também por Bagé, Candiota, Lavras do Sul e Caçapava do Sul.

Podemos dizer que Dom Pedrito é uma cidade com centro histórico compacto e repleto de lindos casarões. Além disso, o município também está investindo no enoturismo, que vem crescendo cada vez mais na região da Campanha e que vamos abordar neste texto e em tantos outros que vocês poderão ler no Travelterapia.

Aproveitamos nossa viagem para fazer um guia completo de Dom Pedrito, para que você conheça mais sobre a cultura e gastronomia local, para programar a sua próxima viagem.

Depois de ler o texto, deixe seu comentário e compartilhe com os amigos este lindo destino no interior do Rio Grande do Sul.

O que fazer em Dom Pedrito: atrações turísticas

O município é pequeno e tem um centro histórico bastante compacto. Por isso,você pode separar uma manhã para caminhar pelas ruas da cidade e uma tarde inteira para visitar vinícolas. 

Conheça nossas dicas:

Centro histórico

O pequeno centro histórico é dono de lindas construções antigas e cheias de charme. Algumas construções em especial chamam mais atenção que outras. Uma delas é a prefeitura de Dom Pedrito.

O prédio da Prefeitura de Dom Pedrito existe desde 1927 e é um exemplar da arquitetura eclética, com elementos decorativos na fachada e no interior. Além disso, podemos observar no prédio, que fica na esquina, uma cúpula com uma pequena janela redonda, onde antigamente os guerreiros ficavam observando no horizonte quem chegava à cidade.

A prefeitura fica na Av. Borges de Medeiros e os visitantes tem acesso ao salão nobre. Caso queira visitar o segundo andar, indicamos pedir autorização na recepção.

No centro histórico também está a Praça Central General Osório, que é o ponto de encontro dos moradores da cidade. 

É nesta praça que fica a famosa caixa d’água de Dom Pedrito, a qual é iluminada durante a noite e também já serviu de aeroclube, biblioteca infantil e escolinha de arte.

O centro histórico também conta com o Museu Paulo Firpo, fundado em 1968, que contém um acervo histórico e cultural de Dom Pedrito e região. No museu encontramos um pequeno jardim que abriga o primeiro carro fúnebre da região. O funcionamento durante a pandemia é nas terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 8h às 11h.

Entretanto, no momento (agosto de 2021) o museu estava fechado para reforma, mas a previsão é de reabrir logo.

O museu foi aberto ao público em abril de 1971 e recebeu o nome que carrega hoje em homenagem ao seu fundador.

Monumento à Paz Farroupilha

Assim que entramos na cidade, vemos o monumento, que foi inaugurado em 14 de setembro de 2009, doado pelo proprietário da Estância Guatambu, em comemoração ao cinquentenário da Estância. A obra tem 5 metros de altura.

A escultura retrata dois cavaleiros entre o nascente e o poente, apertando as mãos em sinal de reconhecimento de bravura as suas bandeiras, antes adversários, hoje irmanados, baixando armas e selando a paz.

Vinícola Guatambu

Os vinhos da Campanha têm ficado cada vez mais conhecidos, por conta da qualidade do solo e das uvas produzidas por lá. A Vinícola Guatambu é sinônimo disso e se transformou em uma das principais vinícolas da região!

A vinícola fica a cerca de 15 minutos do centro de Dom Pedrito é uma das mais charmosas da rota. O acesso é fácil e feito por estrada asfaltada. 

Quando chegamos à área de enoturismo, ficamos impressionados desde a entrada! O jardim da vinícola é muito charmoso e tem uma paisagem incrível típica do Pampa Gaúcho, com muito campo e animais ao fundo, além de vinhedos que deixam-na ainda mais linda.

No jardim há diversas mesinhas de madeira e espaços verdes para fazer piquenique e contemplar a natureza. É também um dos lugares preferidos para quem deseja beber uma taça de vinho sem pressa.

Na área de enoturismo a vinícola Guatambu tem visita guiada, almoço harmonizado, piquenique com tábua de frios e diversos outros eventos.

Leia Vinícola Guatambu: enoturismo em Dom Pedrito

Confira o site da Vinícola: www.guatambuvinhos.com.br

Vinícola Cerros de Gaya

A vinícola, existente desde 2012, cultiva uvas Chardonnay, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Merlot e Tannat. Oferece degustação de espumante acompanhado de tábua de frios ao pôr do sol, e também tem alguns passeios que precisam ser agendados pelo site cerrosdegaya.com.br ou pelo Whatsapp (53) 9 9946-6608

Em breve, estará disponível a cave subterrânea e espaço para degustação dos vinhos e azeites da propriedade junto ao vinhedo.

Casa Del Sur Vinhos

A loja de vinhos Casa Del Sur é uma boa pedida para quem visita a região e deseja conhecer diferentes rótulos. A loja entrou em funcionamento neste ano e oferece degustação de vinhos da campanha e do mundo. 

A Casa Del Sur tem supervisão de enólogos e espaço para reuniões, onde também oferta curso sobre vinhos. 

Futuramente o empreendimento deve lançar um Wine Bus, que promete aumentar a procura pelo enoturismo na cidade. A casa também oferecerá piqueniques com tábuas de frios para os visitantes.

A loja fica na rua Juventino de Moura, 940, no bairro Santa Maria.

Clique aqui para mais informações!

Onde se hospedar em Dom Pedrito

Dom Pedrito conta com poucas opções de hospedagem, e a maior parte delas é de hotéis executivos simples, com poucos serviços. 

Ficamos no Hotel Alexandre e achamos uma ótima escolha. Localizado no centro da cidade, em frente à praça central, este hotel está dentro de um prédio histórico.

A construção onde funciona o empreendimento existe há 120 anos e foi reformada em 2011. O projeto da restauração foi assinado pela mesma arquiteta que fez o interior da Vinícola Guatambu. 

Antigamente o hotel se chamava Hotel Central e mudou o nome em homenagem ao antigo dono. 

Hotel Alexandre: Restaurante Cumbuca

O hotel Alexandre conta com um restaurante lindíssimo e muito amplo, o Cumbuca.

Quando nos hospedamos, em agosto de 2021, em função da pandemia, estava aberto somente para eventos agendados. Dessa forma, os hóspedes recebiam o café da manhã no quarto, a partir de uma seleção de itens. 

Almoços e jantares estavam sendo servidos no Cumbuca Café (que será descrito logo mais, continue a leitura!).

Quartos do Hotel Alexandre 

Os apartamentos do hotel Alexandre seguem  o modelo dos quartos executivos, simples e confortáveis. São no total 30 quartos adaptáveis, sendo eles, individuais, duplos e casal.

O hotel ainda conta com um lindo jardim, que tem até mesmo um charmoso pé de limão siciliano. Um ótimo espaço para passar o tempo e relaxar.

Uma dica importante: faça sua reserva com antecedência. Embora a cidade seja pequena, os quartos estão sempre alugados por conta dos diversos representantes comerciais que viajam pelo Estado e também devido à programação intensa da vinícola Guatambu (um sucesso!).

Onde comer em Dom Pedrito

Cumbuca Café

O Cumbuca Café faz parte do complexo do Hotel Alexandre e até 2020 funcionava como café, um complemento do restaurante Cumbuca. Entretanto, com a pandemia, o restaurante se uniu ao café, transformando dois em um só, hoje com projeto de expansão para atender melhor os visitantes.

A decoração do ambiente é linda e já começa logo na entrada, quando vemos uma série de plantas cobrindo a parede do Cumbuca. Para o frio, o restaurante conta com salamandras (aquecedor) na rua, ao lado das mesas. Dentro do estabelecimento tem ar condicionado.

O restaurante oferece pratos típicos da região, como campeirinho, um prato que serve duas pessoas, e vem numa panelinha. Entre os ingredientes estão carne de panela, couve com bacon, arroz, feijão e moranga. 

A casa ainda tem outras opções mais simples, como massas com molho de sua escolha. Os drinques também fazem sucesso!

Burger Boss

Outra ótima opção de lugar para comer é a hamburgueria Burger Boss. Com decoração moderna e colorida, o lugar chama a atenção por ter diversos espaços dignos de posts de Instagram!

A hamburgueria, que era delivery em 2017, abriu as portas no ano de 2018, na casa que foi a primeira padaria da cidade. Hoje oferece almoço de segunda a sábado e jantar de terça a domingo, estando sempre aberta. 

No estabelecimento encontramos cervejas de Bagé e Dom Pedrito e vinhos da região da Campanha. 

Os hambúrgueres nos surpreenderam, principalmente porque o preço é bem acessível se comparado com o que estamos acostumados nos grandes centros. O combo de hambúrguer com batata frita custa R$19,90, por exemplo.

A casa oferece 3 opções de hambúrgueres, sendo o Boss Crispy (pão tradicional, hambúrguer 150g, queijo cheddar, bacon crocante, cebola crispy, tomate, alface e maionese artesanal) e Boss Caramelow (pão cervejinha, hambúrguer de 150g, queijo muçarela, bacon crocante, cebola caramelizada, tomate, alface e maionese artesanal) os mais vendidos. 

Ainda tem a opção veggie, que é uma delícia! O hambúrguer é de lentilha, mas realmente nem notamos isso no paladar. 

A maionese oferecida é feita na casa e muito saborosa!

Agência receptiva em Dom Pedrito

Pode ser muito interessante conhecer a cidade com a supervisão de uma agência que sabe tudo sobre a região. A Dompatur foi a agência que nos acompanhou na cidade e nos ofereceu o city tour.  É uma empresa voltada para viagens de receptivos e emissivos da cidade. 

Para entrar em contato com a Dompatur: (53) 99108-0839 ou pelo email [email protected]

Gostaram das dicas? Deixe seu comentário e compartilhe este texto com amigos que desejam viajar em breve pelo interior do Rio Grande do Sul!

Este texto faz parte de um projeto desenvolvido pelo Travelterapia por meio da agência de comunicação Way Content e do Sebrae/RS. O roteiro inclui 12 cidades das regiões do Pampa e Fronteira do Rio Grande do Sul.

*Texto de Andy Miritz com supervisão da jornalista Anelise Zanoni

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes