Navio norueguês faz volta ao mundo para descobrir mais sobre o oceano

Navio norueguês faz volta ao mundo para descobrir mais sobre o oceano

A One Ocean Expedition iniciou recentemente uma circunavegação ao redor do globo que vai durar vinte meses, em um navio norueguês chamado Statsraad Lehmkuhl, embarcação que serve tanto como uma universidade flutuante, quanto como um veleiro de treinamento, trazendo consigo estudantes, cientistas, tripulação de viagem e profissionais.

O Brasil é um dos destinos escolhidos para estudos que buscam entender a atual situação do oceano. No dia 23 de fevereiro, o navio-escola chegou ao Píer Mauá, na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e ficará no país até 26 de fevereiro.

A programação da expedição One Ocean no Brasil inclui reuniões e eventos políticos, culturais e científicos. No dia 24 de fevereiro, o navio-escola sedia o seminário Green Technology for Sustainable Oceans (Tecnologia Verde para Oceanos Sustentáveis), realizado pela Embaixada da Noruega no Brasil e pelo Consulado Geral no Rio de Janeiro com representantes de empresas e autoridades norueguesas e brasileiras.

A reforma do veleiro

O veleiro tem 108 anos de idade e foi convertido em um navio de pesquisa de última geração, coletando dados de alta qualidade e comparando-os ao longo da jornada. Equipado com instrumentos modernos, mede, por exemplo, níveis de CO2, microplástico, acidificação dos oceanos, biodiversidade e temperatura dos oceanos.

O movimento silencioso de um veleiro oferece condições muito boas para a coleta de dados acústicos de alta qualidade em alto mar, tanto de escuta passiva quanto de ecossondas ativas. A amostragem de água em andamento permite técnicas modernas e poderosas, como análises de DNA.

Um dos sensores científicos de última geração a bordo do Statsraad Lehmkuhl é a ecossonda científica (ecossonda científica de banda larga Kongsberg Maritime EK80). A sonda coleta continuamente dados da quilha até 1000 m abaixo do navio, revelando a densidade e o comportamento de peixes e zooplâncton no oceano e nas áreas costeiras por onde o navio passa.

Uma das questões científicas que a viagem tenta ajudar a responder é “Qual é a distribuição global das camadas mesopelágicas?”. A mesopelágica (a camada do oceano entre 200-1000 m de profundidade) é uma das partes menos compreendidas do oceano, mas também uma das mais importantes. Organismos que habitam a camada mesopelágica são uma parte importante da cadeia alimentar oceânica e transferem grandes quantidades de carbono da zona da superfície para o oceano profundo, desempenhando um papel importante no combate às mudanças climáticas. A pesca mesopelágica também é uma potencial nova pesca global e uma importante fonte de nutrientes no futuro.

O Statsraad Lehmkuhl usa a sonda científica para mapear a distribuição global e o movimento vertical de mesopelágicos nos oceanos do mundo, ligando o tempo e a biomassa a fatores como características oceanográficas, composição de espécies, luz e produção primária. Luz, temperatura, salinidade e clorofila são medidas a partir do navio, análise de DNA de amostras de água coletadas a bordo, revelando a composição das espécies, e dados de satélite nos fornecem informações adicionais sobre, por exemplo, temperatura da superfície e clorofila.

Navegando e conduzindo o veleiro juntos

O Statsraad Lehmkuhl vem servindo como navio de treinamento de vela por mais de um século, mas nunca esteve em melhores condições. Como um dos maiores, mais antigos e mais bem conservados veleiros do mundo ainda em operação, ele oferece uma arena perfeita para aprender sobre a marinharia tradicional (conjunto de técnicas utilizadas na construção, operação e manutenção de embarcações), trabalho em equipe e a importância dos oceanos do mundo. 

Como membros da tripulação de viagem, todos se tornam participantes ativos e importantes na navegação e administração do navio, sob a orientação segura da tripulação profissional e experiente de Lehmkuhl. Toda a tripulação dorme lado a lado em redes, como os marinheiros fazem há séculos. A experiência de amizade e sentimento de mestria, combinada com experiências únicas na natureza em alto mar, fazem da viagem à vela um divisor de águas para muitos.

Para navegar neste grande navio, todos devem, literalmente, unir forças e puxar as mesmas cordas. É um lugar único para desenvolver amizades e compartilhar experiências e conhecimentos. Idade, nacionalidade, orientação e formação não significam nada. Todos começam como colegas e se tornam uma equipe que joga junto. Em uma viagem de barco como esta, uma questão clara para todos, a mensagem de que, literalmente, estamos todos no mesmo barco. Temos apenas um oceano e todos devemos trabalhar juntos para salvá-lo!

Semana One Ocean

Quando o navio voltar para o seu porto de partida, em abril de 2023, a cidade de Bergen receberá a Semana One Ocean, um encontro internacional com conferências, workshops e reuniões. Na Semana será compartilhado as descobertas preliminares da expedição. Representantes de todos os 36 portos que Statsraad Lehmkuhl visitou durante seus vinte meses no mar serão convidados a participar da Semana One Ocean.

Você também pode gostar de ler…

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes