Costa Doce: 16 cidades e atrações imperdíveis para curtir o destino em 2021

mulher em frente a lagoa cercada por pedras

Costa Doce: 16 cidades e atrações imperdíveis para curtir o destino em 2021

Já pensou em fazer um roteiro pela Costa Doce, no sul do RS?

A região reúne 20 cidades turísticas que contam com lagoas, praias, natureza e prédios históricos que foram importantes durante a Revolução Farroupilha.

Se você gosta de calmaria e paisagens bonitas, a Costa Doce vai surpreender com lugares propícios para descansar e curtir um dia em família.

Mas como planejar um roteiro pela região? Quais cidades e atrações conhecer?

É o que você vai descobrir em nosso guia exclusivo sobre a Costa Doce no RS. Para conferir todas as dicas, é só continuar lendo. Vamos lá?

Onde fica a Costa Doce do RS

A Costa Doce é uma região turística localizada no sul do Rio Grande do Sul que reúne diversas cidades banhadas pela costa oceânica.

Os destinos são marcados por praias de mar, rio e lagoa e áreas verdes ideais para quem gosta de contato com a natureza.

Lá você vai encontrar águas da Laguna dos Patos, Rio Guaíba, Lagoa Mirim e Lagoa Mangueira, além do mar aberto.

mapa da costa doce rs
Costa Doce do RS vai desde Guaíba até o Chuí.

Outro destaque da região são os prédios antigos que contam a história da Revolução Farroupilha, já que a Costa Doce foi o cenário do conflito.

Por isso, fazer um roteiro por lá é a oportunidade de conhecer mais sobre a trajetória do Estado, explorar arquiteturas de séculos passados e, claro, curtir as lindas paisagens. 

A região da Costa Doce é formada por 20 cidades. Neste guia, você vai conhecer melhor 16 delas.

16 Cidades para conhecer na Costa Doce

Descubra a seguir 16 destinos que não podem faltar no seu roteiro na Costa Doce:

1. Guaíba

Localizada a poucos metros de Porto Alegre, Guaíba é a cidade ideal para iniciar o roteiro pela Costa Doce.

Existem duas formas de chegar à cidade saindo da Capital:

  • De carro: viagem de cerca de 40 minutos
  • De catamarã: travessia de 10 minutos no rio.

Na cidade, você tem a oportunidade de observar o Rio Guaíba com vista para a Capital em uma orla simpática e bem cuidada.

monumento Eu Amo Guaíba na orla
Orla do Guaíba se destaca pela paisagem e vista panorâmica de Porto Alegre. Foto: Mariana Blauth

A dica é começar o roteiro com um passeio de jardineira que passa pelos principais pontos da cidade.

Além de conhecer a orla, você terá a oportunidade de visitar o Centro Histórico de Guaíba, localizado na parte alta da cidade.

Lá estão situados a casa história de Gomes Jardim, a Vitrine Cultural, a Igreja Nossa Senhora do Livramento e o icônico Cipreste Farroupilha.

vista de guaíba da parte alta
Parte alta da cidade tem mirante para observar Rio Guaíba. Foto: Mariana Blauth

Além disso, aproveite para conhecer o Caisinho Restaurante, onde você poderá degustar diferentes pratos enquanto curte a vista do Rio Guaíba.

2. Barra do Ribeiro

Outro destino que vale a pena conhecer é Barra do Ribeiro, localizado a cerca de 60 km de Porto Alegre.

Se você gosta de sombra e água fresca, uma boa opção é curtir a Praia da Picada, que tem águas ideais para banho e um trapiche que permite tirar belos registros.

vista do trapiche na praia da picada
Trapiche na Praia da Picada é local perfeito para fotos. Foto: Mariana Blauth

Também é na Barra do Ribeiro que fica localizada a Fábrica de Gaiteiros: projeto social e cultural criado pelo acordeonista gaúcho Renato Borghetti para produzir gaitas e ensinar jovens alunos a tocar o instrumento.

fachada do prédio fábrica dos gaiteiros
Prédio da Fábrica de Gaiteiros é uma das principais atrações da cidade. Foto: Mariana Blauth

Ao visitar a fábrica, é possível verificar o processo de produção dos instrumentos e conhecer a história da gaita.

O roteiro termina na Vinícola Laurentia, onde é possível caminhar por espaços verdes, conferir de perto a produção de vinhos e espumantes e aproveitar a paisagem verde.

construção na entrada da vinícola laurentia
Passeio na Vinícola Laurentia é parada obrigatória para os amantes de vinho. Foto: Mariana Blauth

3. Tapes

O contato com a natureza é um dos pontos fortes de Tapes, a 80 km de Porto Alegre.

Para os aventureiros, a dica é percorrer a trilha do Butiazal, uma área com fazendas com mais de 700 hectares de butiazeiros.

O passeio inclui paisagens com lagos, árvores, cavalos, flores e casas de fazendas.

cavalo em frente a lago na fazenda
Muita natureza faz parte do passeio em Tapes. Foto: Anelise Zanoni

Outra atração de Tapes são as praias de água doce – como a praia do Pinvest, que tem areia fofa e figueiras centenárias na orla.

Por fim, se você gosta de passeio de barco, a cidade conta com o Clube Náutico, que reúne embarcações de várias outras cidades do estado.

barcos ancorados na lagoa em tapes
Clube Náutico é imperdível para quem gosta de passeio de barco. Foto: Anelise Zanoni

4. Piratini

Quer conhecer um destino histórico com prédios antigos? Então Piratini é a cidade perfeita para você.

Conhecida como a primeira capital Farroupilha, Piratini reúne diversos prédios que contam a história da Revolução. Diversos mesmo: ao total, são 25 construções para conhecer no roteiro.

fachada do sindicato rural em piratini
Prédios históricos são destaque no roteiro em Piratini. Foto: Anelise Zanoni

Entre as construções, vale a pena conhecer pelo menos 7 delas:

  • Câmara Municipal
  • Palácio do Governo Farroupilha
  • Casa do General Neto
  • Casa do Comendador Fabião
  • Casa de Garibaldi
  • Museu Histórico Farroupilha
  • Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição.

5. Camaquã

Camaquã é outra cidade da Costa Doce que se destaca pelos centros históricos.

Vale a pena passar um dia inteiro no destino para conhecer todas as atrações.

mulher em frente a prédio histórico em camaquã
Prédios históricos formam um roteiro cultural em Camaquã. Foto: Anelise Zanoni

Uma delas é a Praça Donário Lopes, onde há um chafariz com uma foca de cerâmica conhecida como “Foca Maroca”.

chafariz com foca na praça de camaquã
Foca Maroca é ideal para tirar fotos e descansar. Foto: Anelise Zanoni

Além do chafariz, a praça é arborizada e tem muitas flores – ideal para tomar um chimarrão e dar uma caminhada.

Outras atrações de destaque são a Praça Sylvio Luiz, onde fica a Casa do Poeta Camaquense, e o Forte Zeca Netto, antiga casa do líder maragato da Revolução de 1923 que hoje é patrimônio cultural do RS.

mulher em frente a prédio amarelo
Chafariz, árvores e flores integram a paisagem no Forte Zeca Netto. Foto: Anelise Zanoni

Também vale a pena conhecer a Barragem do Arroio Duro, um reservatório de água construído na década de 60 que tem uma paisagem linda.

vista de reservatório de água na barragem do arroio duro
Reservatório foi construído na década de 60 e tem paisagem que vale a pena conferir de perto. Foto: Anelise Zanoni

6. Arambaré

Considerada a capital das figueiras, Arambaré é parada obrigatória para quem curte praia de água doce e aventura.

Durante o roteiro, não deixe de conhecer as praias da Costa Doce e do Caramuru. Nelas você poderá tomar banho de lagoa, caminhar pela orla e até mesmo fazer um churrasco ao ar livre.

beira da praia em arambaré
Mesmo em um dia nublado, a paisagem é linda em Arambaré. Foto: Anelise Zanoni

Outro destaque de Arambaré é o Caminho das Figueiras Centenárias: um roteiro que passa por praias, fazendas e dunas.

O passeio inclui contato com muitas figueiras. Em várias delas, você pode entrar dentro do tronco para tirar fotos!

mulher dentro do tronco de figueira centenária
Figueiras centenárias são ótimas opções para tirar fotos diferentes. Foto: Anelise Zanoni

Por propiciar contato intenso com a natureza, esse percurso é ideal para quem gosta de fazer trilhas no meio da mata.

7. São Lourenço do Sul

A sétima dica da Costa Doce é visitar São Lourenço do Sul.

Assim como Arambaré, a cidade é repleta de figueiras nas praias que permitem belos registros.

A Praia da Nereida e a Praia das Ondinas não podem ficar de fora do roteiro, pois nelas você vai encontrar orlas com paisagens lindas para fotos. Sensacional!

vista da orla de são lourenço do sul
Praia das Nereidas tem uma ampla orla para passear durante o dia. Foto: Anelise Zanoni

Outra dica é conhecer a Fazenda do Sobrado. É uma casa de campo que pertenceu a Anna Joaquina Gonçalves da Silva, irmã de Bento Gonçalves.

mulher em frente a casarão na fazenda do sobrado
Fazenda do Sobrado é um dos principais atrativos de São Lourenço do Sul. Foto: Anelise Zanoni

A fazenda tem um casarão branco com janelas bordô e grandes áreas verdes para descansar.

Aliás, você é fã de novelas? Essa fazenda foi cenário para a minissérie global A Casa das Sete Mulheres, então pode ser que você se lembre do casarão por ter visto a construção nas telinhas.

8. Morro Redondo

Morro Redondo é, sem dúvidas, um destino para quem gosta de se conectar com a natureza.

Lá você pode começar o roteiro pela Vinícola Nardello, uma propriedade com amplas áreas verdes e, claro, vinho da melhor qualidade. Rola até um piquenique com queijos e vinhos por lá!

parte externa da vinícola, com uma plaquinha, grama e porta de entrada
Ambiente da vinícola é cercado por área verde e muita natureza. (Foto: Anelise Zanoni)

Continuando a saga gastronômica, a dica é visitar o Quiosque do Romano para comprar produtos coloniais como salames, queijos, cucas e pães caseiros.

Para aproveitar a natureza, não deixe de visitar o Sobrado das Plantas, o Espaço Ecoar e os sítios Sonho Meu e Amoreza.

árvores, espaço para sentar com almofadas, céu azul e um lago ao fundo
Ecoar tem um lindo espaço para descanso e contemplação da natureza. (Foto: Anelise Zanoni)

9. Tavares

Se você adora uma aventura, Tavares é um destino que precisa fazer parte da sua lista. 

A dica é percorrer areias da Lagoa do Peixe de 4×4, onde é possível observar aves e flamingos. Durante o passeio, você vai se sentir em um verdadeiro deserto!

duas mulheres passeando em cima de um veículo 4x4
Passeio de 4×4 é uma ótima escolha para os aventureiros.

Tavares também reserva praias propícias para banho. É o caso da Praia do Farol, distante 10 km do centro da cidade.

Se você quiser um visual digno de nordeste brasileiro, também vale a pena conhecer a Praia dos Coqueiros, com água cristalina, areia branquinha e coqueiros no entorno.

faixa de areia em frente à lagoa e coqueiros ao fundo
Praia dos Coqueiros oferece vista encantadora aos viajantes.

10. Rio Grande

Rio Grande é um importante reduto da economia gaúcha, mas você sabia que também é um destino turístico que vale a pena conhecer?

A cidade reserva muitas atrações, como um centro histórico com prédios antigos, a Estação Ecológica do Taim e o Museu Oceanográfico.

fachada do navio museu em rio grande e mulher caminhando
Centro histórico é um dos destaques de Rio Grande.

Para quem curte sol e mar, também é possível se refrescar na praia do Cassino, que leva o título de maior do mundo em extensão, com 220 km.

letreiro com os dizeres eu amo cassino
Praia do Cassino é a maior em extensão do mundo.

11. São José do Norte

Entre as cidades de Tavares e Rio Grande, vale a pena conhecer São José do Norte.

O destino é ideal para quem gosta de mar, grutas e caminhada.

O ponto alto do passeio é a caminhada pelos molhes que avançam mais de 4 km na Lagoa dos Patos. É uma vista privilegiada, e você tem a chance de observar lobos e leões marinhos.

molhes da barra de são josé do norte
Passeio pelos molhes da barra é uma atração obrigatória em São José do Norte.

Outro passeio imperdível é conhecer o centro histórico de São José do Norte, que apresenta mais de 20 prédios do século 19. Perfeito para quem gosta de história!

praça no centro de são josé do norte
Centro histórico de São José do Norte é charmoso e cheio de construções antigas.

Também vale a pena conhecer as grutas: a de Nossa Senhora de Fátima e a do Senhor Bom Jesus. Nelas você pode observar a natureza, fazer orações e apreciar a calmaria. 

mulher sentada em banco de madeira na gruta
Passeio pela gruta é ideal para quem gosta de silêncio e calmaria.

12. Santa Vitória do Palmar

As praias e faróis são o grande destaque de Santa Vitória do Palmar.

Localizada a cerca de 3 horas de Rio Grande, a cidade conta com quatro praias e 4 faróis.

Entre as mais famosas, está a praia do Hermenegildo, que tem um estilo de deserto e uma área com concheiros onde é possível fazer belas fotos.

Foto típica com conchas é obrigatória em Santa Vitória do Palmar.

Outro destaque vai para o centro histórico, que reúne prédios antigos e museus que vale a pena conhecer.

13. Chuí

Mais um destino que vale a pena conhecer na Costa Doce é o Chuí, na fronteira com o Uruguai.

A cidade é perfeita para quem curte o turismo de compras, já que reúne muitos freeshops do lado uruguaio.

Os preços de perfumaria, bazar, bebidas, eletrônicos e comidas geralmente compensam, por isso vá com um valor extra para fazer compras.

Freeshops são destaque do Chuí.

Além disso, ao visitar o Chuí, não deixe de conhecer o marco que divide Brasil e Uruguai, o centro cultural da cidade e a mesquita.

14. Pelotas

Você ouve falar de Pelotas e já lembra dos famosos docinhos

Então vai se apaixonar pela cidade. De fato, os doces de Pelotas atraem visitantes de vários locais em busca da delícia perfeita.

Entre as guloseimas, estão aquelas à base de ovo, como o bem-casado e o quindim. Por isso, se for viajar a Pelotas, leve a fome junto!

docinhos típicos de Pelotas
Os doces são de dar água na boca! (Foto: Anelise Zanoni)

Além da gastronomia, o destino oferece charqueadas que preservam a cultura de Pelotas, um centro histórico com lindos prédios e a Praia do Laranjal.

casarão antigo, nas cores azul e branco
Vale a pena conhecer as charqueadas em Pelotas.

15. Jaguarão

Outra cidade na fronteira com o Uruguai é Jaguarão. A divisa é marcada pela Ponte Internacional Barão de Mauá, um verdadeiro cartão-postal onde é possível tirar fotos.

ponte internacional, barquinhos e águas do arroio Jaguarão
Ponte Internacional vista de baixo traz ainda mais charme para a cidade! (Foto: Anelise Zanoni)

O centro histórico é outro ponto alto do passeio, já que são mais de 300 construções tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

E claro, também vale a pena dar uma passadinha pelos freeshops para fazer compras!

16. Arroio Grande

Que tal conhecer um destino que reúne natureza, clima de interior e história?

Em Arroio Grande, é justamente essa combinação que você vai encontrar.

A cidade reúne atrativos como a Ponte Mauá, que proporciona uma paisagem lindíssima, uma charmosa praça e o Centro de Cultura Basílio Conceição, que conta a história do famoso Barão Visconde de Mauá.

vista da ponte Mauá, em Arroio Grande
Paramos para fazer um registro na famosa ponte da cidade. (Foto: Nicole Fritzen)

Como planejar o roteiro na Costa Doce

Agora que você conhece as principais cidades para visitar na Costa Doce, confira algumas dicas extras para planejar o roteiro:

1. Defina o meio de transporte

O primeiro passo para planejar o roteiro é definir o seu meio de transporte até as cidades da Costa Doce.

O percurso pode ser feito de carro ou ônibus. Se você vem de outros estados brasileiros, recomendamos que você alugue um carro já no aeroporto de Porto Alegre, já que a Capital pode ser o ponto de partida para iniciar o percurso. 

2. Liste as atrações que você quer conhecer

Organizar o roteiro previamente é essencial para evitar perrengues durante a viagem.

Por isso, liste todas as cidades e atrações que você deseja conhecer e verifique quais lugares é necessário fazer agendamento de visitas.

3. Prepare uma mala para aventura

Costa Doce é sinônimo de natureza e aventura. 

Por isso, na mala, leve tênis, roupas de banho, mochila, chapéu, repelente e protetor solar.

A dica é priorizar o conforto, já que você vai caminhar bastante em meio à natureza percorrendo os destinos.

4. Agende hospedagem

Outra etapa é agendar hospedagem com antecedência. 

Com a lista de cidades que você vai percorrer, verifique os hotéis e faça a reserva para evitar imprevistos durante a viagem.

Você pode verificar as opções de hospedagem no link do Travelterapia no Booking. 

Selecionamos algumas possibilidades na região das Costa Doce e, quando você reserva não paga nada a mais e ainda ajuda o blog!

5. Conte com o suporte de um serviço de receptivo

Por fim, se você quiser uma ajuda extra no roteiro, vale a pena contratar uma agência com serviço de receptivo nas cidades que vai visitar.

Além de ter acesso a passeios exclusivos, você contará com suporte durante a viagem e terá as melhores dicas de atividades para deixar o seu roteiro mais interessante.

Colocando todas essas dicas em prática, que tal planejar a sua viagem pela Costa Doce do RS? Quais desses lugares você pretende conhecer?

Quais outras atrações colocaria no roteiro? Comente abaixo.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes