Canto Queijaria: turismo rural e degustação de queijos em Barra do Quaraí (RS)

Canto Queijaria: turismo rural e degustação de queijos em Barra do Quaraí (RS)

Para quem gosta de queijos, a Canto Queijaria pode ser um excelente programa que une turismo rural e degustações desse delicioso produto.

Mais do que uma agroindústria produtora de queijos artesanais de qualidade, a pequena empresa é também uma fazenda onde é possível fazer uma visita sem pressa. Está localizada na Fronteira Oeste gaúcha, na cidade de Barra do Quaraí, a poucos quilômetros de Uruguaiana. 

Fizemos uma deliciosa visita em julho de 2021 e vamos contar como foi nossa experiência gastronômica. 

Como é o turismo rural na Canto Queijaria

Fomos apresentadas à Canto Queijaria durante nossa viagem para Uruguaiana, em julho de 2021. Assim que chegamos na Estância São Miguel, sede da empresa, já ficamos maravilhados com a imensidão dos campos da fazenda. 

A propriedade iniciou sua história na década de 1930, quando os avós do proprietário, Paulo, adquiriram os primeiros hectares. A produção de leite começou  bem depois, em 1985, quando vacas das raças jersey e holandesa chegaram. 

No coração da Estância São Miguel, está o espaço reservado para receber os visitantes. Em meio às sombras dos eucaliptos, os charmosos sofazinhos e bancos de madeira rústica deixam o clima muito aconchegante. 

Na visita, os proprietários Paulo e Mariana começam a atividade compartilhando um pouco da sua história e vivências. No passeio conhecemos as plantações de milho, o curral, os tanques que armazenam leite e as vacas da raça jersey e holandesa. 

Ao todo, são 100 hectares de plantações e 100 vacas de leite, mas apenas 5% do insumo é distribuído para a queijaria. Na produção dos queijos, somente o leite das vacas da raça jersey é utilizado, devido à textura amanteigada. 

Outra etapa da atividade é conhecer de perto a fabricação dos queijos, iniciando pela filtração e mistura das bactérias lácticas no leite. Em seguida, a massa é enformada, inserida na salmoura e, por fim, vai para a cave refrigerada de maturação. 

Queijos que ganham vida 

De acordo com Mariana, há queijos que levam até 180 dias para maturar. No cardápio de variedades de queijos, há diferentes modelos e sabores. Eles desenvolvem diferentes produtos, entre eles um queijos que tem a casca lavada em cerveja, outro com sabor de ervas, mofos naturais e até mesmo adocicados. 

Todos os queijos são autorais e artesanais. 

Depois de vivenciarmos os detalhes da queijaria, fizemos uma degustação guiada, apreciando os sabores e texturas de cada queijo. Para terminar da melhor forma possível, uma linda e farta mesa posta nos esperava. 

Entre as delícias que provamos, estavam pães de fermentação natural, salames, copas, geléias de frutas, doce de leite e, claro, muito queijo. Para acompanhar, um cafezinho quente e um refrescante espumante da Vinícola Campos de Cima, local que conhecemos durante nosso projeto e que você pode conhecer por meio de um texto que escrevemos.  

A visita na Canto Queijaria custa R$80 por pessoa, quando agendado em grupo de 20 pessoas. Para menos pessoas, o valor fica R$120 individual. As reservas são realizadas pela da agência de viagens Km1. 

Um pouco sobre a história da Canto Queijaria

Paulo Ceratti e Mariana Rosa são os idealizadores da Canto Queijaria, que fica na Estância São Miguel, fazenda da família há mais de 40 anos.

Em outubro de 2020, a Canto Queijaria abriu suas portas para fomentar a valorização das marcas regionais e produtos artesanais. 

Mudança de profissão e ritmo de vida 

Paulo é publicitário, do ramo de marketing de varejo, e Mariana é estilista da indústria da moda. Ambos sempre tiveram um ritmo agitado de trabalho, residindo em diferentes capitais do Brasil. 

Quando Paulo foi transferido para Belo Horizonte, por questões profissionais, o casal começou a se apaixonar pela tradição dos queijos artesanais e pela fabricação feita toda manualmente. 

Mas, foi durante o tempo que passaram em Nova York, nos Estados Unidos, que perceberam um movimento inovador surgindo. Pessoas que moravam no campo traziam seus produtos para comercializar nas feiras livres. 

Ao observar o sucesso das mercadorias regionais e descontentes com a correria do mercado de trabalho, Paulo e Mariana repensaram algumas decisões sobre suas carreiras. O sentimento pela mudança e a vontade de voltar para o campo crescia cada dia mais. 

Durante um período em São Paulo, eles começaram a idealizar e elaborar, de fato, o projeto da Canto Queijaria. 

Quando a filha, Olívia, nasceu, ambos pediram demissão e se mudaram para o Rio Grande do Sul. O primeiro queijo foi desenvolvido em setembro de 2019 e o empreendimento foi aberto ao público em outubro de 2020.

Curtiu essa dica diferente e saborosa? Então compartilhe com os amigos e, se for visitar a Canto Queijaria, marque a gente no Instagram! 

Este texto faz parte de um projeto desenvolvido pelo Travelterapia por meio da agência de comunicação Way Content e do Sebrae/RS. O roteiro inclui 12 cidades das regiões do Pampa e Fronteira do Rio Grande do Sul.

  • Texto da jornalista Thamyres Thomazini, com supervisão e coordenação da jornalista Anelise Zanoni

Você também pode gostar de ler…

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes