Arroio Grande (RS): 5 atrações pela cidade

Arroio Grande (RS): 5 atrações pela cidade

Se você está indo até o Uruguai ou até Jaguarão, vale a pena dar uma paradinha em Arroio Grande (RS) para conhecer as atrações da cidade.

Localizada a cerca de 40 minutos de Jaguarão e 1h de Pelotas, a cidade preserva a história de seu passado e principalmente a figura do Barão Visconde de Mauá, natural da terra.

Entre os pontos turísticos, destacam-se a famosa ponte da cidade, ideal para um registro, a comunidade de Santa Isabel, com um lindo cenário de lagoa, e dois museus.

Além disso, a cidade pretende expandir o turismo pelo interior, com projetos em andamento para explorar ainda mais os atrativos rurais.

O que fazer em Arroio Grande (RS)

Fomos conhecer a cidade em fevereiro de 2021 e separamos 5 atrações que valem a visita.

Confira nossas sugestões!

1. Ponte Mauá

A 13 km do Centro da cidade, em um caminho de estrada de chão, está localizada a Ponte Mauá, um dos principais atrativos da cidade.

Concluída em 1930, a ponte tem forma de arcos e faz parte da história da cidade.

Claro que aproveitamos para fazer um registro e admirar a bela paisagem que o local proporciona!

vista da ponte Mauá, em Arroio Grande
Paramos para fazer um registro na famosa ponte da cidade. (Foto: Nicole Fritzen)

2. Centro de Cultura Basílio Conceição

No Centro da cidade, visitamos o Centro de Cultura Basílio Conceição, onde também é sede da Secretaria de Turismo. 

A estrutura interna é bem organizada e colorida. Nas paredes,  tem uma pinacoteca com obras de artistas que foram premiados na cidade. 

quadros expostos na parede com obras de artistas de Arroio Grande
Parede com obras de artistas premiados da cidade. (Foto: Anelise Zanoni)

Na sala de convivência, uma maquete conta o início da história de Visconde de Mauá, que viu seu pai ser morto quando ainda era criança.

Além disso, tem uma sala de cinema e também é ali que funciona o Teatro Municipal.

maquete com o início da história de Visconde de Mauá, com miniaturas da casa onde ele vivia
Maquete conta o início da trajetória do Visconde de Mauá, natural de Arroio Grande. (Foto: Anelise Zanoni)

3. Centro da cidade

Claro que o Centrinho da cidade não fica de fora da visita!

O centro de Arroio Grande é pequeno e conta com construções antigas e algumas bem preservadas.

A Praça Maneca Maciel é cercada por muitas árvores, sombra e um pequeno monumento que homenageia o Barão Visconde de Mauá.

praça Maneca Maciel, no centro de Arroio Grande
Praça Maneca Maciel é um lugar de descanso e paisagem natural. (Foto: Anelise Zanoni)

Na frente da praça, em azul e branco, está a Igreja Matriz Nossa Senhora das Graças.

Atravessando a rua, está o Museu Municipal Visconde de Mauá, que conta a história do famoso Barão e também da cidade.

O acervo do Museu Visconde de Mauá conta com material arqueológico, roupas, fotografias, material religioso, obras de arte e arquivo documental da história administrativa de Arroio Grande.

Atualmente, o local está em reformas e fechado para visitação.

Igreja Matriz de Arroio Grande, nas cores azul e branco
Igreja Matriz traz um charme especial para o Centro da cidade. (Foto: Anelise Zanoni)

4. Museu Casa da Chácara

Rico em história e muito bem cuidado pela dona Flávia, professora aposentada, o Museu Casa da Chácara é um ponto turístico imperdível e encantador!

O acervo traz histórias e memórias das antigas famílias de Arroio Grande, com registros, vestuários, móveis, livros, jornais e objetos da época.

A construção que abriga o museu tem arquitetura portuguesa, toda pintada de branco e com aberturas marrons.

O acervo do museu tem objetos que pertencem às antigas famílias da cidade. (Foto: Anelise Zanoni)

Todas as recordações e objetos são muito bem preservadas pela proprietária, que nos mostrou com carinho cada cantinho do museu – desde a sala até o jardim. 

A maioria do material foi doada pelos moradores ou coletada pela própria dona Flávia, que também é pesquisadora da cidade.

Louças antigas seguem preservadas e expostas para contemplação. (Foto: Anelise Zanoni)

No final, ainda fomos recepcionadas com uma maravilhosa mesa com suco, café e salgadinhos. Já queremos repetir a visita!

Para visitar o local, é necessário fazer um agendamento pelo fone (53) 8125-3465. 

A Casa da Chácara fica a 1 km do Centro de Arroio Grande, na Avenida Marcos Christ Filho, 614.

5. Santa Isabel

A 60 km do Centro de Arroio Grande, há uma vila de pescadores chamada Santa Isabel.

Para chegar lá, é preciso percorrer um caminho de 30 km de asfalto pela estrada que leva a Pelotas e mais 30 km de estrada de chão.

Ao chegar, nos deparamos com um lindo cenário. Primeiro, uma charmosa igrejinha, pintada de azul e branco, chamou atenção pela beleza, ainda mais contrastando com o céu azulado do dia da visita.

igreja de Santa Isabel, nas cores azul e branco, com céu azulado e grama verdinha
Capela de Santa Isabel é um charme só! (Foto: Nicole Fritzen)

Depois, mais um espetáculo de vista. Vários barquinhos parados em frente ao Canal São Gonçalo garantem uma visão relaxante e especial.

Por ali, vários pescadores descansavam e curtiam uma sombra em frente às águas, faziam um churrasco ou relaxavam em redes.

Nós pegamos um barquinho e atravessamos até o outro lado do Canal São Gonçalo, onde conhecemos o casal Peter e Geraldine, que estão vivendo em um Catamarã estacionado ali desde março de 2020.

Casal sul-africano vive em um catamarã parado em Santa Isabel há quase 1 ano. (Foto: Nicole Fritzen)

Natural da África do Sul, o casal pretende seguir viagem para o Uruguai em breve, mas depende da posição favorável do vento e também da abertura das fronteiras.

Por ali, eles são auxiliados por pescadores e moradores, que doam roupas e ajudam na alimentação.

Almoçamos na embarcação do casal, com um cardápio à base de camarão preparado pela subprefeita de Santa Isabel, Lenita. Simplesmente uma delícia!

mesa de almoço com maionese, camarão, pastel de camarão e saladas
O almoço foi à base de camarão, e estava simplesmente uma delícia! (Foto: Nicole Fritzen)

Aliás, as Delícias da Lagoa Mirim são um diferencial do local, com vários pratos saborosos feitos pela Cooperativa de Pescadores de Santa Isabel (Coopesi).

Onde comer em Arroio Grande (RS)

Separamos três dicas gastronômicas na cidade. Confira!

Monteiro Beer

Para quem gosta de um barzinho clássico, com ambiente agradável, música e comida boa, o Monteiro Beer é o lugar certo!

Aberto de terça a domingo, das 18h à meia-noite, o local oferece opções de lanches como xis, hambúrguer, pizzas e petiscos. 

  • Endereço: Rua Dr Monteiro, 436 – Arroio Grande
  • Fone: (53) 98424-9401

Setembrino Grelhados

Atendendo no formato presencial e também tele-entrega, o Setembrino Grelhados oferece várias opções de pratos à la carte. 

Tem filés, massas e bifes, servidos sempre com acompanhamento e com muito sabor.

  • Endereço: Rua  Dr. Monteiro –  Arroio Grande
  • Fone: (53) 98432-2555

Bar do Orelha

Outra opção na cidade é o Bar do Orelha, que serve lanches tradicionais e também conta com almoço ao meio-dia.

Entre as opções, estão xis, pasteis, alaminuta e petiscos.

  • Endereço: Rua  Dr. Monteiro, 423 –  Arroio Grande
  • Fone: (53) 3262-2726

Onde se hospedar em Arroio Grande (RS)

A seguir, confira nossas sugestões de hotéis para você se hospedar em Arroio Grande:

Hotel Amsterdam

Com uma ótima localização, o Hotel Amsterdam conta com wi-fi, café da manhã e quartos confortáveis.

A estrutura é simples, mas garante uma hospedagem aconchegante!

  • Endereço: Avenida Visconde de Mauá, 1852 – Centro, Arroio Grande 
  • Fone: (53) 3262-1289

Tanaka Hotel

Outra opção é o Tanaka Hotel, que funciona ao lado de uma lancheria de mesmo nome. 

O local tem uma estrutura simples, mas bem acessível. 

  • Endereço: Rua Coronel Otávio Esteves, 206 – Arroio Grande
  • Fone: (53) 3262-2733

E aí, gostou de conhecer Arroio Grande? Compartilhe este roteiro com um amigo que precisa visitar o destino.

*Texto da jornalista Nicole Fritzen

**Arroio Grande  é uma das 16 cidades que visitamos no projeto Viaje Pela Costa Doce, criado pela agência de comunicação Way Content em parceria com o Sebrae/RS.

vista para o Canal São Gonçalo
Foto: Nicole Fritzen

Você também pode se interessar por estes posts:

Compartilhe

2 Comments

  1. Higor Prestes disse:

    Muito bom o relato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Booking.com

Categorias

Nuvem de Tags

Siga Nossas Redes